Music Carregando ...
Sexta-Feira, 29 de Setembro de 2017
Cristãos estão presentes entre “influenciadores digitais”
Cantores e comediantes integram grupo



Cristãos estão presentes entre “influenciadores digitais”
Realidade crescente nos anos recentes, os influenciadores digitais ganham espaço em força e destaque nas mídias sociais – entre eles há youtubers, comediantes ou jovens que se comunicam com um público cada vez maior na internet.

Um desses casos, no meio evangélico, é de Vini Rodrigues, responsável pelo canal Tô Solto. Na plataforma, faz paródias evangélicas e trata de assuntos como relacionamentos no meio cristão. E interpreta um personagem chamado Jacinto Manto.

Em entrevista cedida ao UOL TAB, Vini afirmou que teve que se mudar de igreja. “As críticas eram por eu brincar demais com a fé. Há muita gente que acredita que o cristão não pode dar risadas, mas eu sempre brinquei muito, e isso incomoda”.

O pastor Flauzilino dos Santos, que é vice-presidente da Igreja Evangélica Assembleia de Deus em Campinas, fez uma análise do crescimento dos influenciadores com base na juventude.

“Os jovens, de um modo geral, ganharam voz e espaço com a ascensão das redes sociais. Então, inevitavelmente, as vozes dos jovens influenciadores também cresceram no meio cristão”, afirmou.

Andrey Albuquerque, mestre em teologia e professor da Escola Superior de Propaganda e Marketing (Espm), acredita que ocorre uma tensão entre a força das lideranças e os influenciadores digitais.

“Quando essa linguagem nas redes sociais escapa das lideranças há um choque, porque a liderança quer o monopólio da palavra. As pessoas foram tomando espaço, e com isso há um conflito: com quem está a palavra? Com o youtuber! Que não necessariamente é um pastor ou padre, mas tem mais seguidores que seu próprio líder religioso”, avaliou.

Flauzilino observa o fenômeno de forma positiva para expandir os valores e costumes evangélicos, embora avalie que “ser um emissor de valores cristãos” é um desafio a ser encarado pelos influenciadores digitais.

Sua visão, assim, concilia para uma abordagem que envolve missões. “A internet é hoje o grande campo missionário”, acredita o pastor.
Fonte: Gospel Prime



MÍDIAS VÍDEO